Bem-vindos à bordo!

Bem-vindos à bordo!
Amigos, estou planejando há algum tempo um blog sobre viagens, porque viajar é muito cool! Estou vivendo na terra do Panda Gigante e quero compartilhar com todos as experiências que eu tiver por aqui. Ao mesmo tempo quero deixar registrado algumas viagens que já fiz por este mundão e muitas outras que gostaria de fazer. Bem, apesar de estar pertinho, não sei se irei visitar o monte Everest, porque não gosto de altura e não gosto do frio! Mas também não tinha ideia de conhecer a China e agora estou vivendo aqui! Coisas da vida! Então, bora viajar e ser feliz!

Pesquisar este blog

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

sábado, 8 de setembro de 2018

Museu Canova Tadolini:Restaurante, Bar ou Museu?



O Museu Canova é aquele tipo de lugar  que a gente gostaria de encontrar em todos as cidades do mundo. Se estiver com fome, ele é um restaurante, se quiser apenas um aperitivo ou tomar um cafezinho depois daquele exuberante passeio no Centro Histórico de Roma,  ele é um bar/cafeteria, se quiser muita cultura ele é um  museu. Pode-se dizer que o museu é a moldura do restaurante.
 
Em julho deste ano fui visitar os familiares na Itália  e decidi passear um dia em Roma. Apesar do calor insuportável que estava, é  impossível conhecer Roma sem caminhar, descobri  nas andanças o museu Canova Tadolini. Um lugar cheio de arte e de historia, mas cuidado, tomar um café sentado nas mesas admirando as obras expostas tem um custo bem pesado para o bolso. Mas pode a bela arte ter um preço?
 
 
 
Antonio Canova nasceu em 1757 na cidade de Veneza,  foi um desenhista, pintor, antiquário e arquiteto italiano, mas é mais lembrado como escultor, desenvolvendo uma carreira longa e produtiva. Seu estilo foi fortemente inspirado na arte da Grécia Antiga.
 

As três Graças umas das vastas obras de Canova
 
 


A Psiquê revivida pelo beijo de Eros

 
Bar

 
 
Restaurante
 
 
Em Janeiro de 1818, Antônio Canova, no ápice da sua fama na Europa, garantia a localização do seu estúdio na rua mais badalada pelos artistas da época, deixando o "estúdio" aos cuidados do seu aluno preferido Adamo Tadolini. O local: Esquina da Via del Babuino e Via dei Greci, Roma.
 
 
 
De 1818 a 1967 o Atelier da Via del Babuino ficou nas mãos de quatro gerações de escultores pertencentes a família Tadolini: de pai para filho  se é transferida a arte da escultura animada. Se conserva neste ambiente a memoria de dois séculos de escultura italiana, obras feitas em mármore, em bronze, exercícios anatômicos, ferramentas de trabalho mantida de acordo com a aleatoriedade, de acordo com o original mante-se a desordem que estava no estúdio.  
 
 
 
 
Faça um Tour Virtual pelo meio de tanta cultura acessando:
 
   
 
Roma com seus museus  é um daqueles lugares para se ir de Mala e Cuia!

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Macau: Um pedacinho de Portugal no Oriente


Resultado de imagem para macau

Já estive duas vezes em Macau, a primeira vez foi quando vim morar aqui há três anos, a caminho de Kunming, fiquei uma tarde  passeando por lá, foi uma visita rápida, mas o gostinho de quero mais ficou e tivemos a oportunidade de retornar a este pequeno país "português" em outubro passado.

Macau é uma pequena ilhota localizada ao sul da China, pertinho de Hong Kong. Habitada por pescadores e camponeses chineses, foi conquistada pelos portugueses no século XVI trazendo crescimento e prosperidade e a tornando uma grande cidade comercial. Este intercâmbio cultural aproximou o oriente do ocidente fazendo de Macau um pedacinho de terra que possui uma identidade única. Mas afinal, Macau pertence aos portugueses ou aos chineses?
 
Em 1987, o país que possui uma moeda própria chamada patacas, após intensas negociações entre Portugal e a Republica Popular da China, concordaram que a partir de 1999 o país pertenceria novamente  a China, passando a ser uma região administrava especial.

Me lembro quando ouvi falar de Macau pela primeira vez, saber que num pedacinho do oriente poderia se ter um pouco da nossa cultura é algo que não se espera muito encontrar por aqui. Macau é um daqueles lugares particulares que se guarda na memória com muito carinho. Decidimos passar uma semana na Las Vegas Chinesa como é chamada devido aos seus cassinos serem iguais a cidade de Las Vegas mesmo. Sim, em Macau se pode fazer jogos de azar, ao contrário da China que é proibido, coisas permitidas de uma região administrativa especial.
 
Pode-se chegar a Macau de barco, avião e futuramente por meio de carro através de  uma ponte que está sendo construída e que liga Macau diretamente a HK. Chegamos de barco, levou uma hora, saindo de Shenzem, uma cidade fronteira da China bastante  popular entre os estrangeiros, muitos brasileiros vivem lá. Decidimos aproveitar a nossa estadia em um dos muitos  hotéis cassinos que fazem parte do cool da cidade. Optamos pelo The Parisian, como o nome já diz, totalmente inspirado em Paris, inclusive com uma pequena Torre Eiffel que podia-se subir e admirar a vista da cidade.

 Resultado de imagem para macau the parisian

O Hotel conta também com um miniparque aquático para refrescar os dias quentes, a temperatura de Macau é sempre verão. Junto ao The Parisian fica o lindíssimo Hotel Venetian, um luxo, com detalhes iguais aos originais, Ponte do Suspiro, a Ponte Rialto, Palácio dos Doges e dentro do hotel, uma replica do  Canal.  Há também um shopping imenso com todas as lojas de marca que possa imaginar, e se quiser entrar mais no clima, passear de gôndola pelos canais internos que nos lembram Veneza e  ao som dos gondoleiros cantando  sole mio. Precisa de mais alguma coisa?! Todos os hotéis tem lojas para o seu divertimento basta escolher a inspiração de algum lugar que quiser ficar. Paris, Veneza, estúdios MGM,  são algumas das inspirações que podemos encontrar.

Resultado de imagem para macau

A alimentação é muita variada, apesar de ser predominantemente chinesa, encontramos restaurantes italianos, franceses, e é claro, os portugueses maravilhosos como o restaurante do seu Santos. Ah! o pastel de nata não poderia faltar! Uma curiosidade, aqui na China existem os famosos pasteis de nata portugueses chamados de Egg Cake, bem provável oriundos de Macau, mas por não usarem nata no processo, o gosto de ovo é muito forte. Pro meu paladar eles não são bons.
 
Resultado de imagem para macau
 
The Venetian
 
Resultado de imagem para macau
 
Famoso em todo o mundo, o Hard Rock Café esta localizado dentro de um hotel pertinho do Venetian, a maioria dos hotéis-cassinos estão próximos uns dos outros.  Podemos encontrar  aquela comidinha boa e farta que só o HRC pode nos proporcionar ao som de música ao vivo e vendo imagens e estilos das figuras mais importantes do rock e do meio artístico.
 
Passear por Macau é fácil, o táxi sai direto do hotel e te leva pela cidade inteira por um preço super acessível, Macau assim como a sua vizinha Hong Kong são países caros, HK mais caro ainda. Usamos também um ônibus de linha para nos locomover e até internet tinha!


Fomos passear nos lugares históricos como as ruinas de São Paulo, o museu que conta a historia de Macau e a chegada dos portugueses, assim como a herança cultural e tecnológica dos chineses.

Resultado de imagem para macau


 No calçadão encontramos livrarias portuguesas, gente falando português, comida portuguesa, ruas com nomes em Português e também a sinalização, coisinha linda de se ver, me senti em casa!

Resultado de imagem para macau


Resultado de imagem para nom3e de ruas em portugues em macau

Resultado de imagem para nom3e de ruas em portugues em macau


Caminhar pelas vielas típicas portuguesas é algo que nunca imaginei encontrar na China. O povo parece estar voltando as origens portuguesas, apesar da população hoje  falar o mandarim e também o cantonês, língua falada em Hong Kong, há um incentivo muito grande do governo em voltar a ensinar o português em todas as escolas, isto por causa da relação China-Portugal que está em franco crescimento nos últimos anos. Quanto mais melhor!
 
 
Restaurantes




 
imagens retiradas da internet


Macau é um daqueles lugares para se ir de Mala e Cuia!


 

domingo, 6 de agosto de 2017

Disney Shanghai, eu fui!



Final do ano passado estive em um dos maiores parques da Disney, The Shanghai Disney Resort em Shanghai. Como moro na China ficou fácil poder visitar este ultimo parque da mega indústria de entretenimento Disney e vou contar um pouquinho sobre ele aqui no Blog. Quando decidimos visitar a Disney Shanghai, fiz uma busca pela internet a procura de informações sobre o parque, e na época não encontrei muita coisa por ter sido recente a sua inauguração, por isso aqui vai um pouco da Disney Chinesa pra vocês que queiram visitar a China e ter mais uma opção de diversão entre tantas que este país oferece.

Já conheci a Disney em Orlando, Paris, Hong Kong e agora Shanghai e posso dizer que realmente o tamanho surpreende!
O parque esta localizado próximo ao aeroporto de Pudong, maior aeroporto da China e levou cerca de três  anos para concluir o projeto, a China trabalha noite e dia.

O castelo é o maior projetado até hoje e foi inspirado, como nos demais parques, no Castelo Neuschwanstein na Alemanha.


The Shanghai Disney Resort


Os Hotéis

Existem dois hotéis na Disney Shanghai, o Toy Story Hotel, baseado no filme Toy Story, cujo formato do  numero oito que representa o infinito, é uma homenagem ao personagem  Buzz e a sua famosa frase : " Ao infinito e além!"  e o Shanghai Disneyland Hotel com uma temática baseado nos castelos de contos de fadas, e é bem  mais luxuoso que o Toy Story Hotel.




Toy Story Hotel



Muito colorido, adequado principalmente para crianças pequenas, a atmosfera do hotel nos lembra o colorido dos desenhos da Disney. Ficamos hospedados nele e confesso que fiquei mais animada que meu filho. As boas-vindas é calorosa como em qualquer outra Disney. A recepção é muito  simpática, enquanto meu filho esperava pelo meu esposo fazer o check-in assistindo os desenhos antigos da Disney numa saleta junto a recepção, eu corri para ver os personagens Wood e a Jesssie, personagens do filme Toy Story,  que estavam disponíveis para fotos sem fila alguma! Tive que forçar meu filho  a ir também, ele  me dizia que não era mais criança para tirar fotos com eles, pode?! Estava de aniversário, completando doze anos, ô juventude difícil de agradar! rsrs

Como chegamos ao meio-dia, o hotel só pode permitir a entrada no quarto a partir das quinze, horário do check-in mesmo, as vezes é possível entrar no quarto antes, caso haja disponibilidade. Mas o hotel conta com o serviço gratuito de guarda-volumes, tanto na chegada como na saída, o que ajuda muito para algumas horas a mais se precisar ficar no hotel ou na área ao redor da Disney, ou até mesmo no parque.

O Quarto

No site oficial da Disney Shangai existem várias opções de quartos a escolher. Optamos por um com vista para o parque. Os quartos são decorados com a temática do filme Toy Story, são muito animados, bem coloridos e limpos. O Café da manhã não estava incluso na diária deste hotel, mas existe um restaurante com comida chinesa  e demais pratos e um pequeno Market com diversos itens para o café da manhã. Como era aniversário do meu filho, entramos em contato antes da chegada com o serviço de hóspedes e pedimos para que decorassem o quarto para que fosse uma surpresa para ele, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada, além de dois balões, tinha um bolinho fake e um cartão de feliz aniversário assinado pelo Darth Vader, personagem do Star Wars, um dos filmes favoritos de todos nós. No banheiro havia vários itens com a temática do hotel, bastante água, café e chás, um criado-mudo-cofre colorido em formato de cubo magico que amei, um frigobar e chinelos decorados a vontade e que todos os dias eram repostos. No hotel há uma área de recreação para pequenos mas infelizmente não fomos conhece-la por falta de tempo mesmo. Também na área externa do Hotel há  áreas para as crianças brincarem  e onde pode-se encontrar os personagens Disney para as  fotos.

Resultado de imagem para toy story hotel shanghai
O quarto


Resultado de imagem para hotel toy store shanghai
Uma das áreas externas



Resultado de imagem para toy story hotel shanghai
A recepção


Resultado de imagem para hotel toy store shanghai
O restaurante


Resultado de imagem para toy story hotel shanghai
Vista aérea do Hotel



The Shanghai Disneyland Hotel




Um luxo total! Situado na beira de um lago, os hospedes podem chegar ao parque através de um barco que sai do píer do hotel.  A recepção finamente decorada, lembra os salões suntuosos imaginados na nossa fantasia  dos castelos de contos de fadas. Uma estátua dourada do Mickey e seus amigos dá as boas vindas aos hospedes, lembrando de como será os momentos mágicos passados por ali.


Resultado de imagem para The Shanghai Disneyland Hotel

Todos os detalhes são glamorosos neste hotel, desde as placas de avisos até as maquinas para retirar dinheiro.
Resultado de imagem para The Shanghai Disneyland Hotel

Apesar do clima conto de fadas que senti por estar lá,  não posso falar sobre as áreas de lazer para as crianças porque não tive tempo para conhecer o hotel, mas tem uma pequena piscina, um diferencial em relação ao outro hotel e além de poder pedir café da manhã no quarto. Os quartos grandes também podem acomodar cinco pessoas conforme um casal de amigos que ficou hospedado lá informou. Já no Toy Story no máximo quatro pessoas. O Hotel também conta com o maravilhoso restaurante Lumiére’s Kitchen  baseado no salão de festas do desenho animado A Bela e a Fera. Por conta do aniversario do nosso filho, fizemos uma reserva para o jantar na companhia dos personagens, Mickey, Minnie, Pateta e Pluto, já com roupas natalinas, desfilavam um de cada vez para fotos com os pequenos clientes, que ficavam estupefatos por estarem tão perto dos famosos personagens da Disney.

O buffet contava com as mais variadas especiarias, pratos chineses e western  food e uma mesa de doces ricamente decorada com o tema da Disney, o cuidado com os detalhes era demais! Encomendamos um bolo para cantar os parabéns onde estava escrito corretamente o nome dele em chocolate,  tudo ao estilo Disney de ser, balão, chapéu e demais surpresas foram entregues numa sacolinha, tudo  lindamente tematizado.
   

If you can afford the Shanghai Disneyland Hotel, book it.

O restaurante

Resultado de imagem para The Shanghai Disneyland Hotel



Resultado de imagem para The Shanghai Disneyland Hotel
A piscina com o tema inspirado na Pequena Sereia
Resultado de imagem para The Shanghai Disneyland Hotel
O quarto


Disneytown

Em torno do parque das Disney além dos dois hotéis existe uma área de compras, com diversas lojas como Lego, Adidas,  Pandora, e restaurantes tanto chinês quanto internacional. O Starbucks, rede de café americana, pode ser encontrado ali  além do maravilhoso restaurante chamado Cheesecake Factory onde provei um dos melhores cheesecake de morango da minha vida! E enorme! Massas, pizzas, saladas, tudo muito farto e saboroso.

Também nesta área encontra-se o Walt Disney Grand Theatre onde o espetáculo do Rei Leão estava em cartaz.
Junto ao Shangai Resort e da Disneytown existe um parque no estilo chinês para caminhadas, o Wishing Star Park.




O Parque

Uma das coisas que nos ajudou bastante a programar a visita ao parque da Disney foi baixar o aplicativo do parque no celular, assim conseguimos ter uma visão rápida de tudo o que tem e acontece por lá. Mas diferentemente da Disney Orlando, o fastpass na Disney de Shanghai, até o momento pelo menos, não podia ser agendando.
Para chegar a Disney Shanghai existem vários meios de transporte, taxis, ônibus, metrô, clique aqui www.shanghaidisneyresort.com  para mais informações. Do Hotel partia três ônibus especialmente para os hospedes, um para o Disneytown e parque, um para o Shanghai Resort e outro para o metrô.
Ficamos 4 dias hospedados na Disney, mas só entramos no parque no segundo e terceiro dia. Dois dias de parque são o suficiente para ver as atrações, mas se quiser ver tudo em um dia só, chegue cedo marque o fastpass nos quiosques correspondentes da atração que quiser, lembrando que não se pode agendar o fastpass, somente depois q usa-lo poderá pegar outro. Existem, três quiosques de fastpass, ou seja, se quiser um fastpass por exemplo, para entrar na atração Tron, que é a montanha russa inspirada no filme de mesmo nome, tem que tirar no mesmo lugar e não pode ser usado para outro brinquedo a não ser que você vá na atração sem ele, e dai sim poderá fazer a troca por outro falando com o pessoal dos fastpass.
O horário de abertura da Disney Shangai é a partir das 9:00 e vai até  às 19 horas mas nos fins de semana vai até às  20 horas, sempre é bom verificar os horários no site do parque.
Mesmo quem está hospedado no hotel não tem direito a horas a mais como nas demais Disney, mas o parque ainda estava tranquilo no período em que estivemos lá,  mesmo nos fins de semana é possível entrar em todas as atrações com um pouco de organização. Com o aplicativo é possível identificar os brinquedos mais concorridos, então retire o fastpass para um deles e vá a outro também concorrido, foi o que fizemos, brinquedos como o Soarin' Around the World, Tron, Piratas do Caribe e  a montanha-russa dos Sete Anões, são concorridos desde cedo, mas a tarde fica muito pior. (Atualizando: Estivemos pela segunda vez na Disney Shanghai e descobrimos que os hospedes dos dois hotéis podem entrar numa entrada lateral junto aos restaurantes da Disneytown, é só perguntar para o recepcionista do hotel que ele marca no mapa. Esta entrada também pode ser usada para saída durante o dia para quem quiser ir no Disneytown e serve para todos, mas para entrar tem que ir novamente na catraca principal. A atração Toy Story, semelhante à da HS em Orlando, também foi inaugurada na Disney Shanghai e está em andamento um area destinada ao filme Zootopia, grande sucesso de bilheteria na China).

Quanto aos restaurantes, existem diversas opções dentro e fora do parque. Dentro do parque, almoçamos uma pizza deliciosa no formato das orelhas do Mickey no Pinocchio Village Kitchen   e também comemos um hambúrguer bem servido no Stargazer Grill vendo a parada Disney. Café da manhã indico o Starbucks e lanches da tarde no Remy's Patisserie. Para ver todos os restaurantes clique aqui: dining.

    



As Atrações

A China gosta de fazer tudo grande, shopping centers, hospitais, praças, tudo é enorme! E não poderia ser diferente com a Disney, o castelo da Cinderela é imenso, a atração Piratas do Caribe fica dentro de uma área imensa destinada aos bucaneiros chamada de Treasure Cove. Em outra grande área, na  Tomorrowland encontra-se um lugar destinado a saga Star Wars, a Star Wars Launch Bay, e também na Tomorrowland está a montanha russa Tron.  Para saber sobre todas as atrações, visite o site do parque disponível também em inglês.

Numa escala de 0 a 10 para a nota dos brinquedos, de acordo com minha avaliação e gosto, Piratas do Caribe e Tron estão entre os primeiros com nota 10, diria para mim, que não gosto de montanha-russa, 10 para Piratas do Caribe e 9 para a montanha-russa Tron, e "zero" para Explorer Canoes, um passeio de canoa que tem uma fila enorme e não tem graça alguma, perder tempo mesmo! Lembrando que as notas foram dadas de acordo com a minha visão pessoal, mas que não ficaram diferentes das do meu esposo e filho.

 Dei nota também para o "staff" da Disney, por estarem bem treinados mereceram nota 9, ainda bem porque chinês não sabe respeitar filas em nenhum lugar da China, imagina a muvucada que seria lá se não houvesse um pouco de ordem com milhões de chineses juntos, a graça da Disney se perderia com certeza!


A melhor atração ao meu ver foi Piratas do Caribe, mesmo tudo sendo em chinês pode-se sentir dentro do filme, os efeitos especiais são maravilhosos, uma mega produção mesmo. Tron a montanha russa inspirada no filme não deixa por menos, muito adrenalina, mesmo eu que tenho horror a montanha-russa me diverti, apesar de não querer repetir o feito como meu filho e esposo que foram nela duas vezes.  As paradas Disney um show a parte, os musicais das princesas agradam a todos, o castelo a noite se torna mais majestoso principalmente  com o encerramento em grande estilo quando efeitos especiais projetam no castelo, como um telão gigantesco, todos os clássicos da Disney. Foi emocionante ouvir a musica de entrada dos filmes, como o Star Wars, enquanto passava as cenas dos mesmos.   

 


Há muito o que falar sobre o parque, talvez mais adiante eu possa detalhar em outro artigo sobre as atrações, restaurantes, lojas e mais sobre os hotéis.  A intenção aqui foi mostrar como é a Disney do outro lado do mundo, e trazer um pouco de conhecimento para os disneymaniacos sobre a China. O próprio parque só pode abrir com acordos feitos que teria a cultura chinesa colocada entre as figuras Disney. Há áreas decoradas no estilo chinês, restaurantes chineses e o zodíaco chinês também aparece nos personagens Disney, como no mural chamado Garden of the Twelve Friends, onde cada animal foi representado por um personagem da Disney, o cachorro, por exemplo,  foi representado pelo Pluto, o tigre pelo Tigrão, e por ai vai. Algumas lojas vendem exclusivamente estes animais de diversas formas, pequenos e grandes, um amor.
Acesse aqui e veja todos os personagens  do garden-twelve-friends.



 Se vale a pena vir a China e aproveitar para conhecer este novo parque? Sem dúvida! Disney é sempre Disney em qualquer lugar do mundo.

Para mais informações sobre o parque Shanghai  Disneyland, acesse:

www.shanghaidisneyresort.com/en


Conhecer a Disney Shanghai é um daqueles lugares para se ir  de Mala e Cuia!


sexta-feira, 9 de junho de 2017

As Mulheres Chinesas


Resultado de imagem para morte mulhe chinesa com pes de lotus

Estes dias vi uma noticia sobre a morte de uma das mais antigas chinesas com a tradição dos “pés-de-lótus". Esta tradição consistia em diminuir o crescimento dos pés das meninas em até 10 cm, pois isso era sinônimo de sensualidade.  No passado, quanto menor o pé da mulher chinesa, maior era a sua sensualidade e, portanto, mais homens se interessariam por ela. A família então passava a amarrar os pês das meninas para ficarem no tamanho ideal porque só assim evitariam que ficassem solteiras por toda a vida. Essa tradição iniciou-se no século X e XI e perdurou até o inicio do século passado quando foi então banida pelo governo chinês, mas  ainda se via esta pratica ocorrer em meninas que moravam no interior da China. Hoje mulheres chinesas idosas mostram seus pés deformados como se fosse um troféu. De uma certa forma são sim, porque viver com a dor diária de pés deformados que impossibilitavam para muitas ate a locomoção, não deve ser algo muito fácil.

Resultado de imagem para morte mulhe chinesa com pes de lotus


A China tem mudado um pouco o conceito de família no que diz respeito a figura feminina.  Algum tempo, não tão distante, a politica de um filho só que iniciou-se em 1980,  faziam com que os bebês do sexo feminino fossem descartados de uma maneira rápida e fácil. Não havia qualquer controle das autoridades sobre esse infanticídio feminino. Acredita-se que em algumas cidades bem do interior isso ainda ocorra. O fato de não se ter um filho homem gerava desonra entre as famílias e a perda das suas raízes. Mas a historia conta que isso ocorria muito antes deste plano de governo ter sido aplicado aqui na China, mulheres chinesas, assim como em muitas partes do mundo ainda hoje, eram consideradas objetos e facilmente  descartáveis.
 
A mulher chinesa que sobrevivia  servia para o trabalho braçal da casa até ser dada em casamento. A mulher chinesa que casa  não faz mais parte da sua família, ela passa a pertencer a família do noivo, e com isso tem a obrigação de cuidar dos sogros. Por isso uma família chinesa que só tivesse filhas e não filhos ficariam sem ninguém para cuidar na velhice, por isso as meninas eram descartadas ate que viesse um filho homem. Apesar que nos dias de hoje existe um controle sobre o descarte de bebês meninas, evitando, por exemplo, saber o sexo durante os exames de ultrassom, a cultura da mulher cuidar dos sogros persiste.


Resultado de imagem para morte mulhe chinesa com pes de lotus

Estes são alguns fatos da cultura chinesa que nos faz muitas vezes pensar o quanto a mulher precisa ser mais valorizada na sociedade como um todo. Não quero aqui impor meus padrões e nem querer mudar um país que tem suas tradições milenares, e na qual passei a conhecer apenas há alguns anos, até porque, há pouco tempo atrás, a China era um dos países mais fechados do mundo. Acredito que com esta abertura muitos valores estão sendo revistos. Aqui as mulheres tem direito de dirigir e se vestir como quiser, até são vistas fazendo trabalho braçal de homens como no caso na reforma de apartamentos e em construção de grandes prédios, enquanto que, em alguns países, as mulheres precisam ainda  andar completamente cobertas e se forem dirigir, podem ser agredidas.


 

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Jesus é o verdadeiro Natal!

É Natal, celebre o verdadeiro significado do Natal!

Resultado de imagem para natal jesus

Um Feliz Natal à todos amigos do Blog!

NOITE FELIZ
youtu.be



Deseje um Feliz Natal ao mundo:

Albanês - Gezur Krislinjden
Alemão - Frohe Weihnacht
Armênio - Shenoraavor Nor Dari yev Pari Gaghand
Bretão - Nedeleg laouen
Catalão - Bon Nadal
Chinês - Shèngdàn jié kuàilè
Coreano - Chuk Sung Tan
Croato - Čestit Božić
Espanhol - Feliz Navidad
Esperanto - Gajan Kristnaskon
Finlandês - Hyvää joulua
Francês - Joyeux Noël
Grego - Kala Christougena
Magyar - Kellemes Karácsonyt
Inglês - Merry Christmas
Italiano - Buon Natale
Japonês - Merii Kurisumasu (modificação de merry xmas)
Mandarim - Kung His Hsin Nien
Norueguês - GOD JUL
Occitan - Buon Nadal
Polaco - Wesołych Świąt Bożego Narodzenia
Português - Feliz Natal
Romeno - Sarbatori Fericite
Russo - S prazdnikom Rozdestva Hristova
Tcheco - Klidné prožití Vánoc
Sueco - God Jul
Ucraniano - Srozhdestvom Kristovym