Bem-vindos à bordo!

Bem-vindos à bordo!
Amigos, estou planejando há algum tempo um blog sobre viagens, porque viajar é muito cool! Estou vivendo na terra do Panda Gigante e quero compartilhar com todos as experiências que eu tiver por aqui. Ao mesmo tempo quero deixar registrado algumas viagens que já fiz por este mundão e muitas outras que gostaria de fazer. Bem, apesar de estar pertinho, não sei se irei visitar o monte Everest, porque não gosto de altura e não gosto do frio! Mas também não tinha ideia de conhecer a China e agora estou vivendo aqui! Coisas da vida! Então, bora viajar e ser feliz!

Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Livros que nos inspiram viajar

Em homenagem ao Dia Internacional do Livro, separei alguns livros inspirados em diversos destinos. Aproveitem e bora viajar na leitura! Parte das dicas retiradas do site  viajeaqui.

Resultado de imagem para livros e viagens

Se a leitura  te transporta para outros lugares e te inspira a fazer aquela viagem aproveite as sugestões abaixo.
 
Alguns livros são capazes de despertar nas pessoas o desejo de desbravar o desconhecido, tamanha descrição, sentimento ou identificação com o leitor.

 
 Resultado de imagem para praga
Insustentável leveza do ser – Praga

O livro de Milan Kundera é quase uma ode à cidade de Praga, República Tcheca. Ao acompanharmos os personagens Tomas e Tereza, conhecemos mais sobre o local bem no contexto político da invasão russa na Tchecoslováquia de 1968 – período conhecido como a 'Primavera de Praga'. E ainda assim tudo é encantador e vibrante. O Old Town Hall, a Ponte Carlos, a Igreja de Nossa Senhora de Týn e o Monte Petrin são paradas obrigatórias para o turista e já avisamos: é impossível caminhar em suas ruas estreitas e não sentir nada. Praga exala charme e romantismo, agito e cultura. E isto vale para todas as estações.


 Resultado de imagem para escocia Rosslyn Chapel
Código Da Vinci – Paris, Londres e Escócia

O Código Da Vinci é um daqueles best-sellers “ame ou odeie”, mas uma coisa ninguém pode negar: a aventura de Dan Brown mostra tantos lugares incríveis da Europa que fica difícil não sentir nem uma pontinha de vontade de visitar as cidades. Várias empresas de turismo aproveitaram o sucesso para criar roteiros inspirados no livro e vale a pena seguir os passos de Robert Langdon.
Tudo começa em Paris, com Museu do Louvre, Igreja de Saint-Sulpice, Champs-Élysées. De lá, o protagonista parte para Londres – Rua Fleet, Temple Church, St. James's Park, Abadia de Westminster. Por fim, Escócia, encerrando a correria na Rosslyn Chapel. Você encara?


 Resultado de imagem para paris
O Corcunda de Notre Dame – Paris
 
O livro de Victor Hugo foi publicado no século 19 e, desde então, todos que olham para a Catedral de Notre Dame logo pensam no corcunda Quasimodo. A trama se desenrola dentro da Catedral e seus arredores de Paris, mais precisamente na Île de la Cité, e quase ninguém sabe que originalmente o personagem mais famoso mal aparecia na história. Tudo girava ao redor da cigana Esmeralda, o arquidiácono Claude Frollo e o capitão Phoebus.  Alguns críticos afirmam que o intuito do romance era conscientizar os leitores sobre a necessidade de se conservar Notre Dame.


 Resultado de imagem para toscana
Sob o sol da Toscana – Itália
 
Notadamente belo, este livro inspirou também o filme homônimo. Mas não é pra menos: o livro traz em suas páginas as descobertas de Frances e seu marido, quando resolveram comprar uma propriedade na Toscana e viver quatro meses ao ano na Itália. Com uma capacidade descritiva impecável, Frances conta minuciosamente cada detalhe da romântica região.


 Resultado de imagem para rio grande do sul o tempo  o vento
O tempo e o vento – Rio Grande do Sul

Se tem algum livro nacional que descreve muito bem a história de um povo, este livro é O Tempo e o Vento, de Érico Veríssimo. A obra composta por 3 partes – o Continente, O Retrato e O Arquipélago – narra a formação do estado do Rio Grande do Sul com uma mistura de ficção e dados históricos através das famílias Terra, Cambará, Caré e Amaral. São 200 anos da história gaúcha colocados no papel.
Ainda que tudo se passe na cidade fictícia de Santa Fé, as guerras, revoluções e outros acontecimentos que contam a história rio-grandense fazem qualquer um ter mais vontade ainda de conhecer as suas terras.


 Resultado de imagem para kioto
Memórias de uma Gueixa – Kyoto - Japão

Ainda que a maioria das pessoas ignore que o filme Memórias de uma Gueixa foi baseado no livro de Arthur Golden, é desde a sua publicação, em 1997, que fãs da história visitam Kyoto para conhecer todo o passado e a cultura do Japão. O destaque vai para o distrito de Gion (foto) e suas casas de chás localizadas na rua Hanamikoji – ainda que a casa mais famosa, Ichiriki-tei, seja só para clientes privilegiados. Precisa de mais motivos para visitar a cidade? Ela tem1600 templos budistas, 400 santuários, 17 monumentos classificados Patrimônio da Humanidade e um templo (o Sanjusangendo) que tem 1001 estátuas da deusa Kannon, além das belíssimas flores de cerejeira que cobrem Arashiyama, distrito de Kyoto


 Resultado de imagem para Budapeste – Hungria
Budapeste – Hungria
 
No Livro de Chico Buarque – José Costa, ou Zsoze Kósta como seria chamado em magyar, para na capital húngara por acidente. Lá se apaixona pela língua e, por consequência, por Krisca, que lhe ensina o idioma. Chico Buarque descreve em Budapeste as ruas, o rio Danúbio, as cores da cidade, apesar de nunca ter visitado o destino.


 Resultado de imagem para La Mancha espanha
Dom Quixote – Espanha; regiões La Mancha, de Aragão e de Catalunha

Poucos são os que leram o livro inteiro, mas todo mundo conhece o básico da história de Dom Quixote de la Mancha, um clássico escrito por Miguel de Cervantes. Enquanto o protagonista perde o juízo lendo romances de cavalaria e decide fazer andanças com Sancho Pança, o leitor acompanha várias aventuras entre as terras espanholas de La Mancha, Aragão e Catalunha.
Não há admirador da história que não queira visitar a região – e vale a pena! Em Castela La Mancha, terra natal do personagem, começa uma rota chamada Rota Do Quixote, que atravessa os mesmos cenários do texto. São 144 municípios que totalizam 2.500km a pé, de bicicleta ou a cavalo. Mas é preciso ter coragem: passando pelo Campo de Criptana, na Ciudad Real, encontram-se alguns gigantes violentos com braços enormes. Ou seriam apenas moinhos de vento?
 
imagens da  internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário